O Tratamento para Dependentes Químicos e seus Familiares

O Tratamento para Dependentes Químicos e seus Familiares

O Tratamento para Dependentes Químicos e seus Familiares

Por - quarta, 17 de Julho de 2019 - 467

A partir do momento que um indivíduo se torna dependente químico a família começa a sofrer as consequências destruidoras das drogas e adoecerá junto. Profissionais da área da saúde usam o termo “codependência” para se referir a quem possui forte ligação emocional com uma pessoa que tem séria dependência física e/ou psicológica ao álcool ou drogas ilícitas.

A codependência é altamente prejudicial, pois o familiar, ao invés de ajudar o dependente a melhorar, acaba provocando um efeito contrário, já que, involuntariamente, deixa o comportamento do dependente afetá-lo e se torna obcecado em controlar a situação de modo errôneo.

Equivocadamente, o codependente condicionada a sua felicidade a do dependente e, assim cria um relacionamento de dupla dependência emocional, se tornando excessivamente permissivo, tolerante e compreensivo com os abusos. É comum que o codependente coloque as necessidades do outro, acima de suas próprias.

Há casos de familiares que colaboram com o vício do filho, inclusive na compra de drogas, crendo que estão ajudando, quando na verdade estão colaborando para o agravamento da situação. Existem casos de familiares que pagam as dívidas dos filhos em negociações diretas com os fornecedores de droga, para “proteger” o dependente e evitar que ele pratique roubos.

A família se torna facilitadora e isso é prejudicial para todos. Ao contrário, os familiares precisam se conscientizar que a dependência química é uma doença que precisa de tratamento multidisciplinar.

Há de se considerar, com muita seriedade, que filhos de dependentes químicos têm maior risco quando falamos em transtornos psiquiátricos, possibilidades de problemas físicos e emocionais, baixo rendimento escolar e maior tendência para o consumo de substâncias químicas e álcool e o desenvolvimento da doença.

Por isso, a codependência requer uma atenção especial de profissionais qualificados.


Compartilhe

Últimas Postagens


Ligue agora para central de atendimento.

(15) 99682-1149